As Violetas Duchesse de Braganza

Violetas Duchesse de Braganza
 

Visita de SS.AA.RR. os Duques de Bragança à Escola Superior Agrária de Beja e do VIII Congresso Internacional sobre Violetas

Veja aqui as Imagens >

 

  Notícia do jornal Expresso sobre as violetas Duchesse de Braganza

 

 3º Concurso Internacional de violetas realizado em Parma

 

 

As violetas Duchesse de Braganza (Viola odorata L. cv ‘Duchesse de Braganza’) foram criadas em 2006, a partir do cruzamento, efectuado manualmente, entre os cultivares Viola odorata L. cv ‘Reine des Neiges’ e Viola odorata L. cv ‘Doreen’. Estas novas violetas iniciam a floração no Outono e atingem o seu máximo esplendor em Fevereiro, quando se cobrem com flores de cor malva brilhante.

 

As primeiras plantas foram apresentadas ao público durante o VIII International Violet Congress, realizado no Museu Botânico de Beja, em Fevereiro de 2007. A horticultora francesa Nathalie Casbas, que conserva a colecção oficial francesa de violetas e que criou este novo cultivar, dedicou-as a S.A.R., a Duquesa de Bragança, e com a Sua autorização foram denominadasDuchesse de Braganza.

 

As mais famosas violetas têm designações associadas a membros da realeza europeia, de que são exemplos os cultivares: Victoria Regina, Princess of Wales, Princess of Prussia, Koningin Charlotte, The Czar, Empress Augusta, Duchess de Parme, Baroness de Rothschild, entre outros.

 

Em Fevereiro de 2009, as violetas Duchesse de Braganza venceram o prémio especial da cidade da Parma, atribuído durante o IX International Violet Congress, que se realizou naquela cidade italiana. A história de Parma está ligada ao cultivo e à difusão das famosas violetas-de-Parma (Viola alba Besser), em especial durante o reinado da Duquesa Maria Luísa, segunda esposa de Napoleão Bonaparte e mãe do seu filho - o Rei de Roma.

 

Em breve, as violetas Duchesse de Braganza serão comercializadas em França.

 

Para informações complementares sobre a violeta Duchesse de Braganza, ou sobre outras violetas, contacte Nathalie Casbas n.casbas@wanadoo.fr ou Luís Mendonça de Carvalho, director do Museu Botânico de Beja museubotanico@hotmail.com

 

<<< voltar
© Casa Real Portuguesa 1998-2015
w3c
Aviso Legal