S.A.R. Dom Duarte entrega Prémio Infante D. Henrique a alunos da Escola Britânica do Porto

PORTO - Dezoito alunos da Escola Britânica do Porto (Oporto British Scholl - OBS) receberam hoje das mãos de Sua Alteza real D. Duarte Pio, o Prémio Infante D. Henrique na categoria bronze, destinado a jovens com idades a partir dos 14 anos. Os jovens da OBS agora galardoados mostraram persistência, compromisso e desenvolvimento pessoal e social no período em que desenvolveram o Programa e cumpriram todos os requisitos e foram avaliados.

A cerimónia de entrega do Prémio, liderada por S. A. R. Dom Duarte, contou ainda com a presença de diversas personalidades ligadas ao meio académico e social do Grande Porto, para além dos agraciados e respetivas famílias. No próximo dia 21 de outubro, o Funchal acolherá a cerimónia de entrega do Prémio nas categorias Bronze e Ouro à escola APEL e à CRIAMAR.

O evento decorrerá no Salão Nobre da Câmara Municipal do Funchal. O Prémio assume crescente relevância ao atribuir valor ao curriculum vitae dos Jovens, como testemunho da sua preparação para os desafios profissionais e pessoais pela aquisição das necessárias competências.

O Prémio Infante D. Henrique é a versão portuguesa do "The Duke of Edinburgh''''s International Award", fundado em 1956 pelo Duque de Edinburgo. Em 1988, no Porto, Dom Duarte, Duque de Bragança, fundou a versão portuguesa, que adotou o nome Prémio Infante D. Henrique. O Programa subjacente ao Prémio visa o desenvolvimento pessoal e social de atividades voluntárias e não competitivas, destinado a jovens entre os 14 e os 25 anos, encorajando-os a desenvolverem-se como cidadãos ativos, participativos, com uma contribuição positiva na sociedade e preparando-os com experiências de vida para marcar a diferença com eles próprios, as suas comunidades, e o mundo.

É um programa nacional e internacional que reconhece os jovens por aquilo que fazem: participando num serviço à comunidade e aprendendo a prestar um serviço, os jovens são incentivados a apoiar o próximo; praticando um desporto, adquirem um desenvolvimento físico e hábitos desportivos; passando pela secção de talentos, descobrem novas facetas em si ou simplesmente adquirem experiência profissional tão necessária nos dias de hoje; e na secção aventura, considerado um teste à sobrevivência, realizada em grupo e onde se destacam as qualidades de liderança, responsabilidade e maturidade. Sendo um Prémio de candidatura livre, os alunos candidatos deverão, contudo, frequentar uma escola certificada para tal. Para que estas se possam candidatar, são desenvolvidas ações de formação, decorrendo a próxima no Porto, nos dias 6 e 7 de novembro, no Instituto Superior de Contabilidade e Administração do Porto (ISCAP).

 

Gerson Ingrês

<<< voltar
© Casa Real Portuguesa 1998-2015
w3c
Aviso Legal